Fábio Roberto Notícias // Ilhéus . Bahia

Até quando isso? Condições deprimentes nos banheiros do SESP de Ilhéus

Banheiro imundo e contaminado.

A falta de higiene é descrita como um dos principais fatores de contágio por doenças infecciosas. E nos banheiros públicos, por exemplo, usados por muitas pessoas ao longo de um dia, os riscos são ainda maiores.

E o que dizer sobre a falta de higiene nos banheiros do SESP na Avenida Canavieiras, em Ilhéus, um claro atentado contra a saúde pública, diante do quadro crescente de dengue, COVID-19 e de outras contaminações.

Uma mulher acompanhada do esposo passou maior transtorno ao tentar usar o banheiro do Órgão. Nas imagens é possível perceber o rastro de abandono e as condições de limpeza inexistentes, para não dizer, nojentas. Fezes espalhadas pelo chão e nas bordas do vaso sanitário, piso bastante imundo, porta quebrada e quase sem água para dá descarga.

O problema na infraestrutura da casa de saúde não é mais novidade. Quem precisa tomar vacina ou realizar outro procedimento, vai ficar impedido de fazer suas necessidades fisiológicas por conta das condições degradantes e o risco de contrair doenças graves.

Vídeo:

Brasil já tem 391 mortes por dengue em 2024, diz Ministério da Saúde

Larva do Aedes aegypti, transmissor da dengue.

O Brasil tem 391 mortes confirmadas por dengue até esta segunda-feira, 11, segundo o Painel de Monitoramento das Arboviroses do Ministério da Saúde. Os dados apontam ainda 854 óbitos em investigação.

Nos primeiros 70 dias de 2024, o país contabilizou 1.538.183 casos prováveis de dengue. O coeficiente de incidência da doença é de 757,5 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Em 2023, o Brasil bateu recorde de vidas perdidas pela doença, com 1.094 mortes confirmadas, conforme informações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. No ano anterior, foram 1.053 óbitos pela doença.

Descaso do PT e da IBDAH! Trabalhadores do Hospital Costa do Cacau devem paralisar atividades nesta segunda-feira

Bem, estamos aqui mais uma vez, pedindo ajuda no canal de notícias do Site Fábio Roberto Notícias, onde a empresa IBDAH responsável pela administração do hospital, procurou seu site se defendendo dizendo que o salário está em dia, assim como a passagem. Lamentavelmente, a direção do Hospital mentiu de forma sorrateira em dizer que os salários são pagos até o 5° dia útil, mas até agora não recebemos um centavo, além da passagem atrasada e condições de trabalho precárias.

Sem sabemos o que fazer pois ninguém diz nada, até o RH da empresa alega que a empresa não aceita as faltas justificadas, sob pena inclusive de advertência e punição.

Nesta segunda-feira (11) a partir das 07h da manhã teremos uma assembleia na porta do Hospital exigindo o cumprimento dos nossos direitos. Cadê o Ministério do Trabalho, a dona Sesab, Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e Conselho Municipal de Saúde que não olham para nós? Estamos dando o grito de socorro a muito tempo e essa situação não pode continuar, não dá mais para pagar todo mês as dívidas com juros, estamos exaustos e cansados disso.

ABIR de Ilhéus ganha nova sede doada pelo governo do estado

Kaique, Adélia e Solla.

Durante reunião em Salvador com a Secretária de Educação Adélia Pinheiro, o Deputado Federal  Jorge Solla e o Vereador Kaique Souza debateram amplamente sobre a evolução da Educação na Bahia e especialmente em Ilhéus, a exemplo do Colégio Caic, com a implantação de aula em tempo integral, atrelada a diversas modalidades esportivas e psicossocial, dentre outras unidades escolar do Governo do Estado, fazendo algumas solicitações e pontuando demandas solicitadas pela comunidade, que por certo, serão atendidas, visto que a Secretária Adélia Pinheiro tem um diagnóstico preciso da Educação na Bahia, o que, de pronto, acopla o município de Ilhéus, deixando tranquilos e satisfeitos o Deputado Federal Jorge Solla e o Vereador ilheense, Kaique Souza.

Na oportunidade a Secretaria Adélia, afirmou a doação feita atraves dos parlamentares junto ao governador Jerônimo Rodrigues, onde o antigo Colégio da Proa, será agora a sede da Associação Bariátrica de Ilhéus, atendendo uma demanda de 530 famílias e associados.

A felicidade do Deputado Jorge Solla foi contagiante, vez que ele é o precursor deste projeto e quem envia para o município de Ilhéus emendas Parlamentar para cirurgias bariátricas e colocação de balões importados, hoje já em 179 pessoas livres da obesidade mórbida e proativas, e isso, coroa sua luta em ajudar a Abir, onde já se comprometeu em mandar recursos para reforma do alusivo Colégio e atual sede da Abir.

Por sua vez o Vereador Kaique Souza ressaltou a importância da ter à frente da Educação uma mulher preparada sob todos os aspectos, bem como  humanista, que não mediu esforços para fazer deste sonho, sede da Abir, uma realidade, que foi o que fez a Secretária Adélia Pinheiro. A Associação Bariátrica de Ilhéus e região é a única no Brasil e atende a mais de 10 municípios da região cacaueira.

Texto e foto de responsabilidade da assessoria de comunicação da ABIR.

Bahia tem 122 municípios em epidemia

Dengue está matando na BA.

A Vigilância Epidemiológica da Bahia informou hoje que 122 municípios baianos estão em estado de epidemia. Outros 51 estão em risco e 34 em alerta. Já são 29.982 casos prováveis até 2 de março, marcando um aumento de 209,3 % em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Nove pessoas morreram nos primeiros dois meses deste ano, sendo a nôna confirmada pela Câmara Técnica da Sesab nesta terça-feira. Foi a segunda vítima em Vitória da Conquista neste ano. Os outros sete óbitos aconteceram em Jacaraci (2), Piripá, Irecê, Feira de Santana, Barra do Choça e Ibiassucê.

O Brasil já ultrapassou 1,2 milhão de casos de dengue nesta segunda-feira, mais exatamente 1.212.263, e acumula 278 mortes pela doença neste ano. O número em dois meses já se aproxima do total de todo o ano passado, que foi de 1,6 milhão. Além das comprovadas, existem 744 mortes sendo investigadas.

Direção do Hospital São José garante transferência de Jiló para o Hospital Costa do Cacau

Perna bastante comprometida.

Uma grande mobilização tomou conta das redes sociais, nesta sexta-feira (01) em prol do Senhor Janilton Soares Crispim, mais conhecido como Jiló, 67 anos, morador do Alto do Mambape.

Diagnosticado com câncer de pele, Seu Jiló descobriu outra enfermidade grave na perna esquerda, necessitando passar por cirurgia em uma unidade hospitalar com suporte avançado.

Imediatamente, a direção do Hospital São José, através de Dalmê Ramos, não mediu esforços e viabilizou junto à SESAB-BA, a transferência do paciente para o Hospital Costa do Cacau, onde será submetido a exames específicos, com indicativo de cirurgia.

O Site Fábio Roberto Notícias foi procurado pelos familiares, que bastante angustiados, pediram ajuda para conseguir a transferência de Janilton, e após a publicação do apelo, o idoso foi transferido em uma ambulância do município.

Vídeo:

Idoso internado no Hospital São José está com a perna em estado de putrefação

Janilton no leito do hospital.

Janilton Soares Crispim, mais conhecido como Jiló, 67 anos, morador do Alto do Mambape, está sofrendo no leito do Hospital São José à espera de cirurgia urgente.

De acordo com o genro identificado por Bareta Belmonte, Seu Janilton é portador de câncer de pele, e está internado há dias, necessitando passar por delicada cirurgia de amputação.

Ao Site Fábio Roberto Notícias, a família disse que não sabe mais o que fazer e a quem apelar, porque a cada dia a situação se agrava, ao ponto da perna exalar um cheiro forte, com risco de possível infecção.

“Peço, em nome de toda a família, que haja o tratamento humano e digno para Janilton, que está sofrendo bastante e agonizando de tanta dor. Só estamos pedindo que a cirurgia seja feita, para que ele tenha a saúde restaurada o mais rápido possível”, relatou o genro.

IBDAH esclarece salários e vale transporte dos funcionários do Hospital Costa do Cacau

Hospital mantido pelo SUS.

A direção do Hospital Regional Costa do Cacau informa que a unidade vem enfrentando de maneira recorrente problemas de superlotação em virtude da insuficiência de vagas para atendimento pela atenção básica do município, fazendo que a população procure o serviço do hospital que é focado em alta complexidade. Apesar das dificuldades, não há desabastecimento.

Os salários dos empregados estão quitados, sendo o vale transporte pago juntamente com o salário até o quinto dia útil. A programação e alteração das férias está dentro do poder diretivo do empregador, de modo a permitir a prestação do serviço a população.

A dengue agradece! Morador denuncia tanque aberto de estabelecimento na Avenida Itabuna

Tanque aberto e sujo.

Com o alto índice de infestação predial do mosquito da dengue em Ilhéus, que poderá levar a morte sem o tratamento adequado, ainda tem gente que desafia o mosquito, colocando a vida de outras pessoas em risco, de forma irresponsável.

É o caso, por exemplo, na Avenida Itabuna. De acordo com a senhora Rosy Avelino, o tanque de um estabelecimento está descoberto há vários dias favorecendo a reprodução do mosquito e de outras doenças.

“Pedimos várias vezes ao proprietário para que cobrir o tanque, prometeu limpar e cobrir, mas, infelizmente, nada foi feito até hoje, lamentavelmente. Meus pais são idosos e corre risco a todo o momento. Apelamos a presença urgente do agente de endemias para combater esse crime contra a saúde pública”, reclama a moradora. 

Vídeo:

Cuida de nós, Senhor! Bahia já soma 6.300 casos de dengue

Dengue pode levar a morte.

O Governo do Estado fez um balanço sobre a infestação de dengue na Bahia. O estado tem 23 municípios em situação de epidemia, um acréscimo de 10 desde o domingo. A lista inclui Anagé, Belo Campo, Bonito, Botuporã, Brejões, Condeúba, Encruzilhada, Feira da Mata, Ibiassucê, Ibicoara e Ibitiara.

Outro já com epidemia são Igaporā, Ipiaú, Iramaia lrecê, Jacaraci (foto), Matina, Morro do Chapéu, Mortugaba, Novo Horizonte, Pirips, Rodelas e Vitória da Conquista. Itabuna, que em outros anos estaria na lista, se mantém sem qualquer risco e uma infestação baixa de 1,5%.

Ilhéus tem um índice mais de duas vezes maior, de 3,7%, medido em dezembro, porém saiu da faixa de alto risco para ocorrência de uma epidemia. A Prefeitura vem fazendo o monitoramento de pontos estratégicos, com ações quinzenais em cemitérios, hospitais, floriculturas, oficinas e borracharias.

Diante do quadro estadual, a Sesab diz que vai “traçar um plano de ação contra a proliferação da doença em diversas regiões baianas”. Poŕem, o que mais pesa no combate ao mosquito são as ações promovidas pelas Prefeituras. O estado pode ajudar com verbas, equipamentos e estatística.

Cuidando do servidor! SINSEPI oferece atendimento médico a associados e dependentes

Drº Marcel Eça em atendimento no SINSEPI.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ilhéus (SINSEPI), sob a gestão do competente presidente Joaques Santos (Joca) e toda a diretoria, está sempre trabalhando para proporcionar o melhor para seus associados e dependentes, por isso, a partir desta segunda-feira, dia 19, passou a oferecer atendimento médico inteiramente gratuito.

Os atendimentos serão realizados todas as segundas-feiras das 08h até às 13h, pelo clínico geral Drº Marcel Eça, na própria sede, na Rua Carneiro da Rocha, nº 91, centro de Ilhéus.

Para o presidente Joca, a saúde do trabalhador e de seus familiares também é prioridade do sindicato. “O maior bem que podemos receber em vida é a saúde. Todas as dificuldades se tornam pequenas quando o corpo e a mente estão saudáveis”, ressalta ele.

Essa é a vantagem de se associar a um Sindicato sério e comprometimento, que oferece serviços de qualidade, sem desequilibrar as finanças do trabalhador.

Tá repreendido! Ilhéus tem infestação alta da dengue

Dengue pode levar a morte.

O Indice de Infestação Predial pelo mosquito Aedes aegypti é de 3,7% em Ilhéus. Segundo a Prefeitura, ele chegou a 4,5% no segundo semestre de 2023, mas fechou o ano em queda. Ainda assim, em Ilhéus é duas vezes e meia maior que o de Itabuna, que está em 1,5%.

A Prefeitura de Ilhéus informa que a cidade saiu da faixa de alto risco para ocorrência de uma epidemia causada pelo mosquito, que transmite dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. Apesar da queda, o município continua em estado de alerta na lista da Secretaria de Saúde da Bahia.

Segundo o coordenador de Endemias de Ilhéus, Roberto Reis, a secretaria local intensificou as ações de enfrentamento das arboviroses, nome dado às doenças transmitidas pelo mosquito. As equipes fiscalizam imóveis e atendem aos chamados da população pelo Disque-Dengue, 3234-2040.

Texto: jornalista Marcel Leal.