Fábio Roberto Notícias // Ilhéus . Bahia

Motociclista é atropelado e morto no trecho duplicado da zona sul

Homem teve morte instantânea.

Noite violenta na madrugada de sábado (02) tira a vida de um idoso, no trecho duplicado da zona sul de Ilhéus. O acidente aconteceu bem em frente a placa que leva a foto da dentista Ranitla Scaramussa Bonella, 23 anos, morta após ser atropelada em junho de 2022.

Conforme informações obtidas pelo Jornalismo Investigativo do Site Fábio Roberto Notícias, a vítima estava pilotando uma moto, modelo Cinquentinha, quando o motorista de um carro, modelo Fiat Strada, cor branca, atropelou o motociclista, que no impacto, caiu na rodovia morrendo no local. O condutor do carro fugiu sem prestar socorro à vítima.

Imagens de câmera de vídeomonitoramento da região irão ajudar a polícia civil identificar o autor do crime de trânsito.

A equipe de perícia do departamento de polícia técnica da 7ª COORPIN esteve no local realizando levantamento cadavérico e removeu o corpo para necrópsia.

Quanta judiação! Cavalo é abandonado na Morada do Porto; animal está com fome e sede

Animal está sofrendo e com fome.

Moradores do Condomínio Morada do Porto, do projeto Minha Casa, Minha Vida, entraram em contato com o Jornalismo Investigativo do Fábio Roberto Notícias, lider em audiência em Ilhéus e grande parte da Bahia, para denunciar possível crime de maus-tratos.

Pedindo para não serem identificados, a comunidade relatou que o cavalo está há três dias amarrado em uma corda tomando sol e chuva, e o pior é que o animal está sem beber água e se alimentar.

Nos grupos de WhatsApp dos moradores, o fato foi comunicado, mas, ninguém se manifestou e tampouco conhece o dono. De acordo com os moradores, o animal está morrendo aos poucos, sem nenhuma assistência dos órgãos de proteção aos animais.

Vídeo:

Susto! Explosão de rocha destrói teto de residência no Salobrinho

Pedaço da rocha na mão da moradora.

Por volta das 16h deste sábado (02) uma idosa tomou maior susto, após uma pedra enorme danificar o telhado de sua residência e cair entre o quarto e a sala. Felizmente, ninguém foi atingido, ocasionando dano material.

De acordo com a filha da dona da casa, a pedra é proveniente da explosão de rocha na região do Salobrinho, da obra da nova rodovia, que ligará as cidade de Ilhéus e Itabuna.

“Foi um susto muito grande! Sem falar do estrondo e o buraco que fez no teto de minha casa. Quem vai pagar por esse dano? A empresa responsável pela execução da obra precisa se pronunciar e indenizar pelo dano causado”, reclama a moradora indignada.

Vídeo:

Direção do Hospital São José garante transferência de Jiló para o Hospital Costa do Cacau

Perna bastante comprometida.

Uma grande mobilização tomou conta das redes sociais, nesta sexta-feira (01) em prol do Senhor Janilton Soares Crispim, mais conhecido como Jiló, 67 anos, morador do Alto do Mambape.

Diagnosticado com câncer de pele, Seu Jiló descobriu outra enfermidade grave na perna esquerda, necessitando passar por cirurgia em uma unidade hospitalar com suporte avançado.

Imediatamente, a direção do Hospital São José, através de Dalmê Ramos, não mediu esforços e viabilizou junto à SESAB-BA, a transferência do paciente para o Hospital Costa do Cacau, onde será submetido a exames específicos, com indicativo de cirurgia.

O Site Fábio Roberto Notícias foi procurado pelos familiares, que bastante angustiados, pediram ajuda para conseguir a transferência de Janilton, e após a publicação do apelo, o idoso foi transferido em uma ambulância do município.

Vídeo:

Jornalista Raiane Amorim se despede da comunicação da prefeitura

Excelente profissional da comunicação.

Quero comunicar o meu desligamento da Prefeitura de Ilhéus e, consequentemente, da Superintendência de Comunicação.

Foram quatro anos e meio de muito trabalho, desafios e conquistas. Encerro esse ciclo com a certeza de que contribuí da melhor forma possível para fortalecer o trabalho desenvolvido pela atual gestão do Município.

Agradeço a colaboração, parceria, o carinho e apoio de cada um. Deus nos abençoe sempre!

Até breve! 

Raiane Amorim.

Bebê de vovó caiu com arma e drogas no Banco do Pedro

Material ilícito usado nos crimes.

Na manhã desta sexta-feira (01) foi realizada uma operação conjunta envolvendo à 70ª CIPM, com o objetivo de intensificar o policiamento nos Distritos de Castelo Novo e Banco do Pedro. A operação contou com a participação das guarnições do 1º Pelotão, PETO 70 e da CIPT – Sul.

Durante a operação em Banco do Pedro, um suspeito empreendeu fuga ao avistar os policiais, sendo alcançado e, após a abordagem, foi encontrado em sua posse uma arma de fogo, munições, alongador de pistola, 01 tablete de maconha, 13 porções de maconha, 10 pinos de cocaína e dinheiro em espécie.

A criatura de vovó foi apresentada, juntamente com todo o material apreendido, na delegacia de Ilhéus para lavratura do auto de prisão em flagrante, ficando à disposição das autoridades.

Idoso internado no Hospital São José está com a perna em estado de putrefação

Janilton no leito do hospital.

Janilton Soares Crispim, mais conhecido como Jiló, 67 anos, morador do Alto do Mambape, está sofrendo no leito do Hospital São José à espera de cirurgia urgente.

De acordo com o genro identificado por Bareta Belmonte, Seu Janilton é portador de câncer de pele, e está internado há dias, necessitando passar por delicada cirurgia de amputação.

Ao Site Fábio Roberto Notícias, a família disse que não sabe mais o que fazer e a quem apelar, porque a cada dia a situação se agrava, ao ponto da perna exalar um cheiro forte, com risco de possível infecção.

“Peço, em nome de toda a família, que haja o tratamento humano e digno para Janilton, que está sofrendo bastante e agonizando de tanta dor. Só estamos pedindo que a cirurgia seja feita, para que ele tenha a saúde restaurada o mais rápido possível”, relatou o genro.

Trabalhadores do SAMU de Ilhéus realizam ato para cobrar auxílio fardamento

Ação pacífica na porta do SAMU.

Na tarde desta quinta-feira (29) trabalhadores do. SAMU 192 realizaram um ato pacífico na porta da Unidade para solicitar o auxílio fardamento, que de acordo com eles, estão há mais de 05 anos sem receber uniforme.

Trabalhadores recebidos no SINSEPI.

Após a reinvidicação, os servidores foram até a sede do SINSEPI, na Rua Carneiro da Rocha, onde foram recebidos pelo presidente da entidade, Joaques Santos (Joca), que na oportunidade, ouviu as demandas e se comprometeu levar ao conhecimento do governo municipal, para que adote providências com a maior brevidade possível.

Câmara de Ilhéus cria comissão para investigar esquema criminoso do cartão alimentação

Joedson já atuou em outras gestões.

A Câmara Municipal de Ilhéus abriu sindicância para apurar a conduta do ex-chefe do setor de Recursos Humanos, Joedson Oliveira da Silva, aprontado por utilizar de forma fraudulenta, o cartão alimentação de assessores já exonerados da Câmara.

O processo Administrativo Disciplinar (PAD) tem duração de 45 dias e será composto pelos servidores Carlos Alexandre Silva Brandão, Vitória Cristina Vieira Santana e Filipe Adami da Silva.

Imagens de câmeras de vídeomonitoramento de estabelecimentos comerciais da Cidade mostram o investigado usando o cartão BK em diferentes horários, na tentativa de despistar a ação criminosa.

O PAD contra Joedson foi instituído por meio de Portaria de nº 28, publicada no Diário Oficial do Poder Legislativo, em 28 de fevereiro de 2024, assinada pelo presidente Paulo Carqueija (PSD55).

Não é bem de familia! Vaga de garagem pode ser penhorada para pagar dívida trabalhista, diz TST

Vaga pode ser penhorada a qualquer tempo.

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho afastou a penhora de um apartamento próximo à orla de Balneário Camboriú (SC) que, por ser o único imóvel da família da devedora, é impenhorável. No entanto, o colegiado não estendeu a mesma proteção à vaga de garagem do imóvel. De acordo com a Turma, a jurisprudência do TST é de que a vaga de garagem com matrícula própria não é considerada bem de família, logo, pode ser penhorada.

O apartamento e a vaga pertencem à sócia de uma empresa e foram arrematados por R$ 687 mil por outra empresa na fase de execução de uma ação trabalhista trabalhista. Ao recorrer da arrematação, ela argumentou que mora com a filha no apartamento desde 2014, e esse seria seu único imóvel. Por se tratar de bem de família (destinado à residência familiar), seria impenhorável.

As instâncias inferiores da Justiça do Trabalho do Paraná não reconheceram a condição de bem de família do imóvel. O entendimento foi de que a sócia não comprovou que residia no apartamento na época da primeira tentativa de citação pelo oficial de justiça. Essa seria uma condição necessária para a reconhecer a  impenhorabilidade do imóvel. Como ela teria se mudado para o apartamento após a citação no processo, a conclusão foi de que a arrematação do apartamento em leilão era regular.

ÚNICO IMÓVEL

No TST, a proprietária contestou a exigência de residir no imóvel antes da ação judicial para sua proteção como bem de família. A relatora do caso, ministra Liana Chaib, concordou com esse argumento, destacando a falta desse requisito na lei. Ela enfatizou que a parte contrária deveria ter indicado outros imóveis da sócia, o que não ocorreu. Portanto, como ficou evidenciado que ela de fato vive no local e não tem outros imóveis, a arrematação foi invalidada.

Contudo, ficou mantida a possibilidade de arrematação da vaga de garagem situada no mesmo edifício, que tem matrícula individualizada no Registro de Imóveis. Chaib ressaltou que a jurisprudência consolidada do TST é de que, nesse caso, a vaga não pode ser considerada bem de família.

A decisão foi unânime.

Processo: RRAg-462000-85.2005.5.09.0012

Firme e forte no PSD, Jerbson Moraes reafirma pré-candidatura a prefeito de Ilhéus

JM é do PSD.

Nessa quarta-feira (28), o vereador Jerbson Moraes, durante o pequeno expediente na Câmara de Ilhéus, reiterou sua condição de pré-candidato à prefeitura da cidade de Ilhéus.

“É importante pontuar aqui, porque as próprias pessoas questionam, os próprios colegas ficam com interrogação, e eu queria dizer para todos que o vice-governador, era um vereador de Salvador e elegeu o filho deputado e agora é pré-candidato a prefeito da capital. E meu histórico político de mandato é como vereador, vereador de primeiro mandato, vereador de segundo mandato, fui presidente da câmara. Isso é um currículo político eleito, experiências e secretarias inclusive desse governo, quando também mostrei a minha competência administrativa no executivo. Já tinha feito isso antes, quando fui secretário de administração de meio ambiente, presidente da Maramata, subprocurador e advogado há 24 anos. Me sinto com legitimidade de ser pré-candidato. Às vezes eu explico que a política é uma ciência, não se pode ficar inventando muita coisa. Por que pré-candidato? Porque existe esse nome pré-candidato, porque não é candidato ainda. Para você ser candidato, precisa ser pré, onde é uma fase onde você coloca seu nome à disposição, onde você informa as pessoas da sua pretensão e onde você tenta viabilizar a real candidatura. É uma fase de conversa, articulação, analisar. E aí, outra coisa, isso não é uma fase infinita, porque a política tem períodos obrigatórios de filiação, de registro etc… Então vai ter uma hora que você vai deixar de ser pré, para ser candidato ou não. É normal, dentro desse período de pré-candidatura, você pode apoiar, pode ser vice, você pode ser candidato a prefeito. Você precisa viabilizar e tomar uma decisão. Ou seja, a pré-candidatura você não fala que é candidato, você fala que é pré-candidato, justamente porque precisa de um partido, precisa de um grupo, precisa de uma conjuntura para viabilizar uma candidatura viável. Isso é óbvio, isso é óbvio e eu estou nessa fase de uma pré-candidatura, o que significa que eu posso ser um candidato, que posso ser candidato a vice ou disputar outra eleição, mas a minha intenção é ser candidato a prefeito, por isso eu sou pré-candidato a prefeito, pois existe uma fase que tudo pode acontecer, viu gente, e a gente pode ter surpresa nessa eleição. E eu, Jerbson Moraes, continuo pré-candidato a prefeito de Ilhéus.”

Ilhéus unida contra o feminicídio e no combate a violência contra mulheres

Não a violência contra a mulher.

A cidade de Ilhéus, Bahia, enfrenta uma grave onda de femicídios, com três casos já registrados no início deste ano, manchando as ruas com o sangue de mulheres inocentes. Sob o lema “Oxente, deixa Ela!”, um grito ressoa em toda a comunidade, convocando a todos para a ação.

Esses crimes chocantes resultaram na perda irreparável de vidas e no desmoronamento de famílias, destacando a persistente questão da violência doméstica na cidade. Em resposta a essa tragédia, coletivos da sociedade civil, ativistas, sindicatos e cidadãos unem-se para a “1ª Caminhada Contra o Feminicídio e o Combate Violência contra as Mulheres”, agendada para esta sexta-feira, 1º de março de 2024, às 8h.

A caminhada começará na Praça Cairu, passando pela Rua Tiradentes até a Praça Castro Alves (Praça da Irene) e terminando na Praça Pedro Matos (Praça do Teatro). Neste último local, haverá uma concentração com discursos e a assinatura de um manifesto contra a onda de violência e femicídio que assola a cidade.

A iniciativa visa sensibilizar a sociedade para a urgência de combater o feminicídio e a violência crescente contra as mulheres em Ilhéus. A caminhada é especialmente simbólica, ocorrendo em antecipação ao “08 de Março – Dia Internacional da Mulher” e ao Projeto Março Mulher, marcando o início de ações para afirmar as lutas sociais, políticas e econômicas das mulheres. Os coletivos sociais e grupos pretos de Ilhéus estão promovendo diversas ações nos eixos da inclusão social e prevenção da violência de gênero, incluindo caminhadas, manifestos, rodas de diálogo e campanhas de sensibilização.
“Oxente, deixa Ela!” é um chamado para a comunidade se unir contra essa epidemia de femicídios. A Organização das Nações Unidas (ONU) classifica o Brasil como o quinto país do mundo em taxas de feminicídio. De outubro de 2023 a fevereiro de 2024, mais de 10 femicídios ocorreram em Ilhéus, demandando uma resposta urgente dos órgãos de segurança e políticas públicas eficazes.

Este é um grito de BASTA e Exigimos ações concretas e políticas públicas de proteção à vida. Convocamos os órgãos de segurança, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Ministério Público (MP), a Polícia Militar (PM), a Polícia Civil (PC), a Associação dos Legisladores (ALEG) e o Executivo a prestarem contas e informarem quais medidas estão sendo tomadas para acabar com esses crimes que assombram nossa cidade.